quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

.mais que estar na moda.


Lendo um texto de Véronique Vienne, fiz algumas reflexões do que é ter estilo. Já pararam para pensar que ter estilo é saber o que não vestir? Diante do contexto que vivemos hoje, do bombardeio de novos produtos, lançamentos e tendências, já não conseguimos mais distinguir aquilo que realmente nos agrada daquilo que "está na moda".

Pois bem, sabemos que moda é um fenômeno sócio cultural que expressa os hábitos e costumes em um determinado momento e que, sem dúvida, mexe com o comportamento das pessoas. Portanto, entendemos melhor o nosso próprio estilo quando olhamos para o nosso guarda-roupa e fazemos uma escala geológica de tempo de nossas peças. É possível lembrar de uma vida inteira quando nos deparamos com aquele vestido básico que já teve a cintura ajustada milhões de vezes ou aquela camisa branca que já foi usada e reusada em diversos momentos. Mesmo que escondido dentro de nossos pensamentos, saias, calças, blusas e jaquetas do passado deixaram dentro de nós, aquilo que hoje nos serve como base para escolhermos as próximas peças.
Atualmente ter estilo é muito mais que estar na moda. A moda é comprável, o estilo é vivido e aprendido, reflete seu modo de agir e pensar, é a sua marca registrada, é um processo em constante mudança, sendo o grande responsável pela personificação da moda, pois sintetiza nossas particularidades, nossa historia. A moda passa, o estilo permanece. Por isso, cara leitora, na hora de escolher o seu novo modelito, lembre-se realmente de sua essência.

2 comentários:

Lulitas disse...

Oi Renata! Tdbem? Olha só, sabe que vc deu uma boa idéiapro sorteio? Vamos colocar mesmo um chocolate suiço na caixinha e tirar nova foto!!! Obrigada!!!

http://bazardaslulitas.blogspot.com/

gabi disse...

Adorei a matéria, meninas!!
Parabéns